Museu EPCAR

Trilhas de Guaramiranga
 

O Museu EPCAR foi inaugurado aos 16 de agosto de 2019, por iniciativa das Turmas de 1973, da Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR), e de 1976, da Academia da Força Aérea (AFA), e construído sob a liderança do ex-aluno Joaquim Caracas, engenheiro civil e proprietário do Ecohotel Vale das Nuvens, onde está sediado.

O Museu tem sua entrada com as mesmas características arquitetônicas da fachada da EPCAR, em Barbacena – MG, e apresenta uma exposição histórica de uniformes, fotografias e diversos artigos relacionados à aviação brasileira e internacional.

O acervo conta ainda com exemplares autênticos das aeronaves: AT-26 Xavante, primeiro caça e avião a reação (jato) fabricado no Brasil em 1971; e AMX A-1, caça-bombardeiro de ataque ar-superfície. Por sua importância, o Museu é considerado parte da memória histórica da própria Força Aérea Brasileira (FAB).

 

O evento de inauguração contou com a presença do Chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, Tenente-Brigadeiro do Ar Raul Botelho, do Ministro do Superior Tribunal Militar, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos Vuyk de Aquino, do Comandante da Escola Preparatória de Cadetes do Ar, Brigadeiro do Ar Mauro Bellintani, do Comandante da Base Aérea de Fortaleza, Coronel Aviador Alex Pereira de Souza, dos integrantes das turmas, além de autoridades civis e militares.

O Tenente-Brigadeiro Botelho, que foi aluno da turma de 1973, ressaltou a importância de destacar a memória da Força Aérea Brasileira. “Esse museu é uma memória para a FAB. É muito importante manter viva toda a história e tradição da nossa Instituição e esse acervo representa a continuidade de nossa trajetória”, disse.

A iniciativa da montagem do museu foi da Turma de 1973 e concretizada pelo senhor Joaquim Caracas, ex-aluno da EPCAR, que jamais esqueceu a Turma e os ensinamentos ministrados na Escola. “Esse museu é a representação de uma grande amizade que tive a oportunidade de construir”, declarou.

Texto adaptado de: https://www.fab.mil.br/
Créditos das fotos: Ecomuseu de Pacoti / SO Edilberto e SO Magda (Base Aérea de Fortaleza).


Texto do Discurso de Inauguração do Museu EPCAR, proferido pelo Sr. Joaquim Caracas:

GUARAMIRANGA, 16 DE AGOSTO DE 2019.

BOA NOITE A TODOS.

PARECE QUE FOI ONTEM QUE NOS CONHECEMOS, HÁ EXATOS 46 ANOS, EM 1973. NAQUELA ÉPOCA, TALVEZ JÁ TIVÉSSEMOS CONSCIÊNCIA DO QUANTO A EXPERIÊNCIA DE INGRESSAR NA EPCAR MARCARIA NOSSAS VIDAS, POIS A CONQUISTA DE ESTAR ALI ERA O PRIMEIRO PASSO PARA UM GRANDE SONHO, BASE PARA UMA CARREIRA QUANDO A JUVENTUDE AINDA NOS PERMITIA PLANEJAR UMA VIDA INTEIRA PELA FRENTE.

PORÉM, TANTO PARA OS QUE INGRESSARIAM NA AFA, CONCRETIZANDO A CARREIRA NA AVIAÇÃO, COMO PARA OS QUE TRILHARIAM OUTROS CAMINHOS, ALGO JAMAIS PASSOU POR NOSSAS MENTES: QUE, NO FUTURO, NOS REENCONTRARÍAMOS UMA, DUAS, TRÊS, DIVERSAS VEZES! POR QUAL RAZÃO NOS REUNIMOS SE, NATURALMENTE, NOS DISTANCIAMOS TANTO? O QUE NOS LEVA AINDA HOJE À BARBACENA?

EIS A PRINCIPAL RAZÃO: NOSSA AMIZADE! ESSA LIGAÇÃO ESTABELECIDA NAQUELE MOMENTO CRUCIAL EM QUE DEPENDÍAMOS DA COMPANHIA DE NOSSA TURMA PARA SUPERAR OS DESAFIOS, DENTRE ELES O DE ESTAR LONGE DE TUDO E DE TODOS. DAÍ LOGO FORMAMOS UMA VERDADEIRA FAMÍLIA.

DOS NOSSOS ENCONTROS NA EPCAR, SURGIU A IDEIA DE NOS ENCONTRARMOS BIENALMENTE AQUI EM GUARAMIRANGA. ESSA PRIMEIRA EXPERIÊNCIA, OCORRIDA EM 2015, CONSAGROU ESTE RECANTO COMO PALCO DE NOSSAS MAIORES LEMBRANÇAS, AS MAIS CARAS RECORDAÇÕES DE UM TEMPO QUE MERECE SER VALORIZADO.

MAS AINDA FALTAVA ALGO EM GUARAMIRANGA QUE MATERIALIZASSE NOSSAS MEMÓRIAS E JUSTIFICASSE PLENAMENTE NOSSOS ENCONTROS. FOI ENTÃO QUE SURGIU UM NOVO SONHO: PORQUE NÃO TRAZER AO MENOS UM POUCO DA EPCAR PARA CÁ? E ASSIM CRIAMOS COM A COLABORAÇÃO DE CADA UM DE VOCÊS UM IMPORTANTE LUGAR DE MEMÓRIA QUE IMITA FIELMENTE A CLÁSSICA FACHADA DE NOSSA ESCOLA: O MUSEU EPCAR 73 / AFA 76.

PORTANTO, NESTE NOSSO 3º ENCONTRO EM GUARAMIRANGA, NOSSA ALEGRIA E SATISFAÇÃO É IMENSA AO CONFIRMAR QUE TUDO É POSSÍVEL, BASTA QUERER. E TRABALHAR! AFINAL, SONHAR PEQUENO CUSTA O MESMO PREÇO QUE SONHAR GRANDE. E ASSIM FIZEMOS! SONHAMOS GRANDE. E DE OBJETO EM OBJETO, DOCUMENTO POR DOCUMENTO, FOTOGRAFIA POR FOTOGRAFIA, NOSSO MUSEU, ANTES MESMO QUE MUITOS DE VOCÊS PUDESSEM VÊ-LO PESSOALMENTE, JÁ SE TORNOU UMA ATRAÇÃO HISTÓRICA E TURÍSTICA PARA O MUNICÍPIO.

HOJE, PODEMOS CELEBRAR O LEGADO QUE DEIXAMOS NA FORMA DE PATRIMÔNIO CULTURAL PARA AS PRESENTES E FUTURAS GERAÇÕES, ATRAVÉS DO MUSEU QUE NARRA UM CAPÍTULO DA EDUCAÇÃO E DA AVIAÇÃO BRASILEIRA. TUDO FEITO COM MUITO AMOR, ESFORÇO E SUOR. TRAZER O XAVANTE QUE O DIGA!

MAS QUANDO UM JOVEM É INCENTIVADO A EXPANDIR SEU MODO DE VER, DE SE EXPRESSAR E DE SE COMUNICAR ATRAVÉS DO QUE ESTÁ SENDO APRESENTADO A ELE, TANTO NOS MUSEUS QUANTO DENTRO DA SALA DE AULA, ELE SE TORNA UM CIDADÃO CAPAZ DE SE CONHECER E SE RECONHECER DENTRO DA SOCIEDADE DE UMA FORMA MUITO MELHOR. ESSE É UM FRUTO QUE ESPERAMOS CONTINUAR COLHENDO AO SEMEAR VALORES E PRINCÍPIOS.

UM MUSEU QUE SONHAMOS JUNTOS E QUE, AGORA, JUNTOS, VAMOS INAUGURAR. COMO EM UMA VIAGEM AO TEMPO, OS CONVIDO PARA, MAIS UMA VEZ, RELEMBRAR UMA ÉPOCA QUE FEZ A DIFERENÇA EM NOSSAS VIDAS E AGORA, MAIS DO QUE NUNCA, SOMOS CONSCIENTES DISSO, POIS SOMOS FILHOS DESSE ENTUSIASMO QUE NOS FOI ENSINADO. EM FRENTE!

MUITO OBRIGADO E QUE DEUS ABENÇOE A TODOS.

JOAQUIM ANTÔNIO CARACAS NOGUEIRA



Marcas e Créditos